quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Anzóis



Existem vários tipos de anzóis, uns maiores, uns mais pequenos, uns mais abertos outros mais fechados, uns mais indicados para um certo tipo de peixe que outros. Geralmente são feitos de aço com alto teor de carbono e recebem um tratamento para resistir melhor à corrosão. Podemos ainda dividir os anzóis em três tipos básicos os simples, duplos e triplos.
 Anzol Simples Anzol Duplo Anzol Triplo
Anzol Simples Anzol Duplo Anzol Triplo
Um anzol divide-se nas seguintes partes: olhal, haste, abertura, garganta, barbela, ponta e curvatura.
Partes de um anzol

Tipos de Olhal

Argola (o mais comum, aceita quase todos os nós)

Agulha (usado para pesca oceânica)

Pata (transmite mais sensibilidade à linha)
 Tipo de olhal anzol

Ângulos Olhal 

Fechado
Aberto
Recto
 ângulos olhal anzol

Tipos de Haste

Existem apenas variações no tamanho (Longa, comum ou standard e curta) ou se têm ou não farpas.
Haste anzol

Empatar (encastoar) um anzol

Nomenclatura

Portugal: Empatar Anzol.
Brasil: Encastoar Anzol.
Expressa o atar do anzol à linha.
O anzol é das peças mais importantes na pesca, a correcta ligação do anzol ao fio é importante e fundamental.
Não existe um padrão de tamanhos universal,  variam de um fabricante para outro, no entanto para anzóis convencionais o parâmetro mais utilizado é o Mustad cujo padrão é demonstrado na tabela abaixo. O tamanho do anzol é inversamente proporcional a numeração do mesmo, até o número 1. A partir deste tamanho, a razão é proporcional e a numeração é acrescida do /0
Tamanho Anzóis - Mustad
O pescador para obter os melhores resultados deve ter em atenção a algumas características do anzol,a ponta deve ser afiada, ser muito penetrante, capacidade de reter o peixe apanhado, uma boa resistência e durabilidade. As caracteristicas de um anzol são difíceis de conciliar, na prática, dá-se preferência a uma ou a outra conforme o tipo de  pesca leve ou pesada, ou seja,  as qualidades do anzol mudam em função da categoria e tipo de pesca. Na pesca de peixes de grande porte, dá-se ênfase à resistência, enquanto na pesca de peixes pequenos o mais importante é que o anzol seja penetrante, isto é, que apanhe facilmente o peixe.  

Espessura

A espessura está diretamente relacionada com a resistência do anzol. Os anzóis finos são bons para pesca de peixes com a boca frágil, como Carpas, ou com os lábios grossos. Os anzóis finos penetram mais facilmente aumentando a possibilidade de captura.

Bico (fisga)

Mantendo o bico (fisga) sempre afiada, a eficiência será maior para além da possibilidade de utilização de linhas mais finas.

Cor

Pode não ser relevante, no entanto, deve ser levado em conta como um fator que pode interferir na quantidade de ataques.

Anzóis ecológicos

São normalmente fabricados para a pesca oceânica, são modelos com tratamento térmico igual a todos os outros modelos mas sem a cobertura química de proteção. A ausência de cobertura faz com que anzol oxide mais rapidamente de modo a que o peixe com um anzol cravado fique livre em poucos dias.

Tipos e anzóis em função da captura

A indicação de espécie para determinado anzol é uma indicação relativa, claro que em função do tipo alguns anzóis adaptam-se melhor a determinadas espécies do que a outras, a experiência real é, na maior parte vezes, mais eficaz do que a descrição de utilização existente nesta tabela.
Nome:DescriçãoPeixesImagem
Anzóis Japoneses (Gamakatsu - Maruseigo - etc):Estes anzóis são excelentes, muito usados em competições.O peixes mais comuns são pampo, robalo. Anzois japoneses
Anzóis para minhoca artificialDesenhados para minhocas artificiais e outras iscas de silicone.Peixes: black bass (achigã). Anzois para minhoca
Anzóis para pesca pesada:São anzóis forjados e ultra-resistentes, as argolas normalmente são do tipo olho de agulha ou convencionais, porém soldados. Peixes: marlins, atuns, cavalas, dourados, etc. Anzol pesca pesada
Anzol BeakMuito Resistente. Achigã(black-bass), carpa, corvina, etc Anzol break
BowedResistente. Carpa. Anzol Bowed
CarlisleHaste longa, evita que peixes com dentes cortem a linha. É de base um anzol kirby com uma haste maior. Peixes: corvina, lúcio. Anzol Carlisle
CrystalApanham facilmente peixes de boca pequena. Anzol com haste fina, farpa pequena, foi desenvolvido para ter um melhor desempenho na altura da fisgada, no entanto, a sua haste fina torna-o frágil não sendo aconselhável para peixes de grande porte. Acará, apaiarí, curimbatá, lambarí, piau, piava, tilápia, papa-terra (betara), pampo. Anzol Crystal
GaratéiaUnião de três anzóis, utilizadas com iscas excessivamente moles, são utilizadas em iscas artifíciais.Peixe espada, barracuda, carpas, fataça do Tejo. Anzol triplo, garateia, fateicha
Anzol KirbyUtilizados com íscas vivas. É um anzol multi-funcional ultrapassado, não se destaca em nenhum tipo de técnica. Muito utilizados antes dos anos 70. Anzol Kirby
Anzol O' Shaugnessy Muito versátil e resistente. Anzol recto forjado, muito comum na década de 80, ainda hoje é largamente utilizado na pesca profissional (espinhéis) e na confecção de iscas para fly. Sua utilização na pesca desportiva é reduzida, já que se caracteriza por não ser muito eficaz no instante da fisgada.Anchova, pampo, robalo, corvina. Anzol shaugnessy
Anzol haste curta reforçada Muito resistente. Pacú. Anzol haste curta reforçado
Anzol Octopus Usado para pesca com iscas tipo massa. Anzol octopus
Anzol Wide Gape
Anzol do Robalo
Mantém as iscas vivas por mais tempo e com maior liberdade de movimento. Pescada, robalo, achigã (black-bass), tucunaré. Anzol Wide Gape
Anzol CircularEste tipo de anzol é relativamente recente, é usado sobretudo no big game (pesca grossa), no entanto, começa a ser utilizado noutras técnicas de pesca. Anzol circular mustad
BaitholderOs baitholder são os anzóis com farpas que seguram a isca (morta) evitando que ela escorregue até a ponta do anzol. Muito usado na década de 80 e 90, com os novos modelos mais eficazes são cada vez menos utilizados. Anzol baitholder
AberdeenOriginalmente é um para montagem para pluma, existem muitos pescadores que usam este anzol para pesca convencional com isca morta, tem as mesmas características do crystal mas não é tão frágil. Anzol aberdeen



Suporte para vassouras - Organizando as Varas atrás de uma porta

Descobri essa maneira prática para organizar as minhas varas atrás de uma porta, sem que as pontas fiquem batendo ou que elas empenem apoiadas na parede. Uma boa para quem não tem muito espaço em casa.

Trata-se de um suporte de vassouras, como o da figura abaixo:
Confira as varas armazenadas nele:



terça-feira, 27 de setembro de 2011

CENTRO DE HIDROGRAFIA DA MARINHA: Tábua das Marés

No link abaixo há um formulário. informe a região e o mês para obter informações das luas e horários das marés:

Armezenando Chicotes sem Embolar

Armazeno minhas paradas (Chicotes) prontas amarradas com arame de pão de forma ou velcro para arrumar cabos de computador (uma face cola na outra). Deixam a caixa organizada, leve e fazem elas sobreviverem inclusive ao despacho do aeroporto (rs).




Basta enrolar o Chicotes pronto em torno da mão, fazendo um O. Aí amarre com o velcro/arame o centro do O, fazendo um 8.


Tem gente que usa espuma, potes, etc p/ armazenar Chicotes. Eu prefiro o método acima, por ocupar menos espaço.
Ocorreu um erro neste gadget